domingo, 17 de fevereiro de 2008

Bônus - Professores da Rede Estadual

Bônus - Resumo (Dec. 52.719/08)

1. Itens que serão avaliados nos educadores:
a-envolvimento, compromisso e responsabilidade;
b- participação no Programa de Formação Continuada da SE;
c- permanência na unidade de classificação do cargo;
d- assiduidade.

2. Base de cálculo: período de 1º de fevereiro a 30 de novembro de 2007.

3. Número máximo de pontos: 30.

4. Critérios e pontuação para os integrantes das classes de suporte pedagógico:
1- número de alunos: 1 a 10
2- permanência e sucesso escolar (aprovação, reprovação e abandono): 1 a 5
3- participação no PEC ( Prógestão): 2
4- freqüência: 0 a 8
5- assiduidade: 5

5. Critérios e pontuação para os integrantes das classes de docentes:
a) permanência e sucesso escolar (aprovação, reprovação e abandono): 1 a 5
b) participação no PEC (vários projetos): 2
c) freqüência: 0 a 14
d) assiduidade: 9

6. Valores do Bônus: de R$ 1.200,00 até R$ 7.500,00 (dirigentes), até R$ 7.000,00 (supervisores e diretores), até R$ 6.500,00( pcps, cps, ades, vices e docentes).

7. Desses valores, será descontado o que já foi pago, na antecipação.

8. Observações:
a) Para a aferição da FREQÜÊNCIA, não se descontam algumas das ausências previstas no artigo 78 da Lei nº 10.261/68 (férias, casamento, gestante,licença-prêmio,etc)

b) Para aferição da ASSIDUIDADE, descontam-se todas essas faltas, com exceção de (1) férias, (2) serviços obrigatórios por lei e (3) participação em treinamentos,orientações e cursos da SE .

Para maiores detalhes e informações, consulte o Decreto nº 52.719, de 14/02/2008, no site da Udemo.

3 comentários:

sergio disse...

Sou professor da rede estadual de ensino e estou profundamente desapontado com o bonus que eu e muitos colegas recebemos neste ano de 2008. A incoerência se colocou de uma forma tão evidente que não houve como não se revoltar. Professores pouco dedicados somado à inumeras faltas receberam um bonus pomposo, enquanto outros que praticamente se doaram no ano de 2007 receberam miseros R$ 37, R$ 11, R$ 0,. Que critérios foram adotados? Sinceramente estou desanimado e desmotivado - estou em busca de outra profissão. Amo o que faço, mas infelizmente terei que tomar uma decisão.
A sim,. Recebi de bonus R$ 37,00.
Obrigado senhora Secretaria de Educação e Governador Serra, vocês realmente se superaram.
Prof Sérgio, ainda.
sergiovasco7@uol.com.br

Anônimo disse...

Acho que todos nós partilhamos da mesma dor. Não há idealismo que aguente tal desprezo pela nossa profissão e carreira. Nos defrontamos diariamente com os mais diversos tipos de situações, muitas vezes perigosas, além de constrangedoras. Não é uma profissão nada fácil. A imprensa joga o povo contra nós, o governo joga o povo contra nós, os alunos jogam o povo contra nós. Sim, é um contrasenso brutal. E o governo "caridoso" que temos se digna a mandar ESMOLA aos professores, material [piada] aos alunos, primando pelo cuidado ao ano eleitoral... bom marketing o dele!
Dê-nos condições de trabalho! Dê-nos salário justos! e não venham com fórmulas mágicas achando que podem melhorar de uma hora pra outra o que desconstruiram durante as ultimas decadas. Levem em conta o contexto!!


Desculpe o desabafo.

Anônimo disse...

ze roberto diz:
Cada vez que vejo um comentario sobre este tal de bonus que o governo paulista da aos seus palperrimos professores fico a pensar ,como pode existir gente tao incompetente nesta aréa da educação , que procura medir eficiencia na ineficiencia.
Avalia se os professores de acordo com o resultado do tal indexador criado por ele,sem levar em conta a disparidade social de uma escola para outra,onde podemos
constatar que a aparendizagem exige mais do que professores bem treinados, alías pelo que tenho visto professores da periferia sofrem no dia a dia pra ensinar, alimentar, fazer o pspel de pai e mae, assistente social e etc etc tal., enquanto os amigos do centro ou bairros nobres da cidade, tem seus alunos bem nutridos ,com ascesso a internet, computador de ultima geração , e com certeza com muito mais atributos que seus irmãozinhos da periferia.
E ai meus amigos vem o resultado mais uma vez contradizendo a realidade, e ferrando aqueles que considero herois que lutam no dia a dia pra ensinar, e verdade seja dita o pobre so se ferra , desculpe professor quew ensina pobre tambem se ferra., o governinho ruim .
MEUS AMIGOS NAO SOU PROFESSOR , MAS TENHO MINHA ESPOSA QUE E PROFESSORA E A 23 ANOS SOFRO COM ELA A INEFICIENCIA DOS DIREGENTES DA EDUCAÇÃO EM NOSSO ESTADO.TAMBEM QUERO AQUI PROTESTAR CONTRA ESSE SINDICATO LFRACO, QUE POUCO TEM FEITO PELOS DIREITOS DOS PROFESSORES .