terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Alckmin vai mudar a progressão continuada na rede de ensino a partir de 2012


O governo Geraldo Alckmin (PSDB) decidiu alterar a progressão continuada na rede estadual de ensino. A principal mudança deverá ocorrer no sistema de reprovação dos estudantes, segundo reportagem de Fábio Takahashi publicada na edição desta terça-feira da Folha (íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Hoje, o aluno do fundamental só pode repetir ao final do quinto e do nono ano. A ideia é que a retenção ocorra também no terceiro ano. Assim, o número de ciclos sobe de dois para três. A antecipação da reprovação permite que o aluno com sérias dificuldades seja recuperado mais rapidamente (em vez de demorar cinco anos para refazer uma série, passe a ser depois de três).

A Folha apurou que já está finalizado estudo com o novo desenho do programa. "Pessoalmente, acho que vamos ficar mesmo com três ciclos", afirmou o novo secretário-adjunto da Educação, João Cardoso Palma Filho, ao ser indagado pela reportagem. Ele ressaltou, porém, que o assunto ainda está em análise na secretaria.

Editoria de Arte/Folhapress

2 comentários:

Luana Araujo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana Araujo disse...

Olá Professora Veneza... Muito boa a informação!! Tomei a liberdade de publicá-la em meu Blog também... com a indicação do seu é claro! Td bem?? Obrigada!
Profª Luana

professoraluanaaraujo.blogspot.com